terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Depois de algum tempo

você aprende a diferença entre dar a mão e acorrentar uma alma. Aprende que amar não significa apoiar-se, e que companhia nem sempre significa segurança. Aprende que beijos não são promessas, e que não importa quão boa seja a pessoa, ela vai feri-la de vez em quando. Aprende que falar pode aliviar dores emocionais, e que leva-se um certo tempo para construir confiança e apenas segundos para destruí-la. Aprende que verdadeiras amizades continuam a crescer mesmo a longas distâncias. Aprende que as pessoas com quem você mais se importa são tomadas de você muito depressa, e por isso, sempre devemos deixa-las com palavras amorosas, pois pode ser a última vez que as vejamos. Aprende que maturidade tem mais a ver com as experiência que se teve e o que aprendemos com elas, do que com quantos aniversários você celebrou. Aprende que há mais dos seus pais em você do que supunha, e que realmente pode suportar muitas coisas que achava não poder. Que realmente é forte, e que pode ir muito mais longe do que se esperava.

Nenhum comentário:

Postar um comentário